terça-feira, 22 de abril de 2014

Armando Peraza (30/05/1924 - 14/04/2014)

ADEUS, Armando Peraza (30/maio/1924 – 14/abril/ 2014)










 
 

O famoso percussionista cubano Armando Peraza morreu aos 89 anos. Peraza tornou-se famoso em todo o mundo durante duas décadas atuando em grupos de Carlos Santana. Antes tocou com gigantes como Dizzy Gillespie, Charlie Parker, Cal Tjader, Judy Garland, Stan Kenton, Dave Brubeck, Charles Mingus, Dexter Gordon e outros. Este músico começou sua juventude como um atleta em Cuba, já interessado em percussão. Ele viajou para Nova York em 1949, onde logo emergiu como percussionista de congas e bongos. Aos 48 anos, ele se juntou ao grupo de Carlos Santana em turnês e concertos por duas décadas, aparecendo em 24 álbuns. Depois de deixar o grupo, ele voltou a se juntar a Santana para alguns festivais esporádicos, incluindo o de Montreux. Armando Peraza de técnica extraordinária e poder expressivo como um “baterista de mão” se tornou uma característica de performances de jazz afro-latino. Ele percorreu o mundo com George Shearing, mas foi na América do Norte, onde ele experimentou o racismo persistente e institucionalizado. Um exemplo disso foi um incidente em Miami durante turnê com George Shearing e Peggy Lee em 1959, Peraza e os outros membros negros da banda não foram autorizados a ficar no mesmo hotel que os músicos brancos. Shearing e Lee resolveram a situação, ameaçando retirarem-se do show a menos que Peraza e os outros fossem "permitidos" ficar em seu hotel. Shearing foi um dos primeiros grupos de jazz racialmente integrado como o de Benny Goodman. Com George Shearing, Peraza teve a distinta possibilidade de tocar com as orquestras sinfônicas clássicas de Boston, Filadélfia, Nova York e Oklahoma City. Ele também participou enquanto com Shearing (pianista inglês) em apresentações para a rainha Elizabeth II do Reino Unido. 
 
Pode-se ouvir Peraza em: GRANNY'S SAMBA (Gary McFarland) New York, 25/junho/1968 com a banda: Garnett Brown (tb), Johnny Pacheco (fl), Sadao Watanabe (fl, sa), Sol Schlinger (sbar), Michael Abene (el-pi), Chick Corea (pi), Chuck Rainey (el-bx), Bobby Rodriguez (bx), Donald McDonald (bat) e Armando Peraza (cga,bgo) e Gary McFarland (arr).
Uma notável demonstração de suas habilidades na conga em:  PERCUSSION  SOLO - com a banda de Carlos Santamaria.
Live, Montreux Jazz Festival, Montreux, Suiça, 14/julho/1988 
 
Texto de Mário Jorge Jacques para o site CLUB do JAZZ
 

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Paulo Moura Visita Gershwin e Jobim - 1998

 
Músicos
Paulo Moura (sax alto e clarineta)
Jerzy Mileswsky (violino)
Jota Moraes (piano e vibrafone)
Clif Korman (piano e teclados)
Nelson Faria (violão e guitarra)
Rofdolfo Stroeter (baixo)
Pascoal Meirelles (bateria)
 
Músicas
01 - Rhapsody In Blue, Samba do Avião, Só Danço Samba e I Got Rhythm
02 - Surfboard (Jobim)
03 - Água De Beber (Jobim)
04 - Falando De Amor (Jobim)
05 - Prelúdio II (Jobim)
06 - Oh! Lady Be Good (Gershwin)
07 - I've  Got  Plenty O'Nuttin (Gershwin)
08 - The Man I Love (Gershwin)
09 - Embraceable You (Gershswin)
10 - Summertime (Gershwin)
11 - Este Seu Olhar, Eu Sei Que Vou Te Amar, Eu Não Existo Sem Você, Se Todos Fossem Iguais A Você (Jobim).
 
* Taí um ótimo disco.
 
 
 
 

segunda-feira, 24 de março de 2014